quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Feliz Ano Novo!

Postado por Ana Sousa às 13:40
Reações: 
5 comentários


RECEITA DE ANO NOVO
(Drummond)


Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser

Novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens? passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

=*

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

E se fosse o último dia?

Postado por Ana Sousa às 22:04
Reações: 
2 comentários

Nós seres humanos só temos uma certeza nessa vida e é a de que vamos morrer um dia, não sabemos quando, nem onde, nem como, só que vamos morrer, e como dizem os mais velhos pra morrer só precisa estar vivo, rs.

Pois bem, a verdade é que a cada dia de nossas vidas nós morremos um poquinho e muitas vezes nem nos damos conta disso, um exemplo é o nosso aniversário, data em que comemoramos por ficarmos mais velhos, rsrs.

Mas, se eu te perguntasse: “Se você soubesse que hoje fosse o último dia de sua vida, você se sentiria satisfeito por tudo o que ja fez?” Certamente, a resposta seria não, nós nunca nos sentiriamos satisfeitos.Você teria vivido diferente, não teria perdido tempo com tanta coisa que perdeu , a sua vida teria sido diferente.

Vivemos num tempo em que tudo acontece muito rápido, e os meios de comunicação contribuem e muito para essa rapidez, em que a cada dia a mídia nos bombardeia com mais e mais notícias de violência, mortes, tristezas e algumas alegrias, mais desastres do que felicidades..é o fim do mundo? acredito que da mesma forma que morremos um poquinho a cada dia, o mundo também se acaba um pouco a cada dia que passa , a prova esta ai , so basta ligar a tv, e você se depara com cidades alagadas, pessoas morrendo assassinadas, filho matando a própria mãe, namorado matando a namorada por amor..peraeee AMOR? será que o amor é isso, amar é matar alguém?..definitivamente NÃO! E eu me pergunto até que ponto isso vai chegar?
E cade o valor que damos a nossa vida? as pessoas ao nosso redor.. cadê? será que valorizamo-as como deveria ser, muitas vezes é até necessário perder uma pessoa para que possamos aprender a valorizar alguém, e só assim descobrimos o quanto elas eram preciosas pra nós, talvez se você pensar naquela pessoa com o pensamento de que vai perde-la , você a daria mais valor, a perdoaria de qualquer coisa, e principalmente lhe daria amor.. não espere que ninguém morra pra que você fique sofrendo do amargo, do arrependimento, de não ter feito o que poderia ter feito ..

É preciso que valorizemos mais nossas vidas, familia, amigos e pessoas especiais, os deixe sempre com uma palavra de amor , e viva o dia de hoje como se fosse o último dia de sua vida, talvez assim aproveitaremos um pouco da alegria de viver!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Contrários

Postado por Ana Sousa às 09:38
Reações: 
1 comentários

Só quem já provou a dor
Quem sofreu, se amargurou
Viu a cruz e a vida em tons reais

Quem no certo procurou
Mas no errado se perdeu
precisou saber recomeçar

Só quem já perdeu na vida sabe o que é ganhar
Porque encontrou na derrota o motivo para lutar

E assim viu no outono a primavera
Descobriu que é no conflito que a vida faz crescer

Que o verso tem reverso
Que o direito tem avesso
Que o de graça tem seu preço
Que a vida tem contrários
E a saudade é um lugar
Que só chega quem amou
E que o ódio é uma forma tão estranha de amar

Que o perto tem distâncias
E que esquerdo tem direito
Que a resposta tem pergunta
E o problema solução
E que o amor começa aqui
No contrário que há em mim
E a sombra só existe quando existe alguma luz.

Só quem soube duvidar
Pôde enfim acreditar
Viu sem ver e amou sem aprisionar

Quem no pouco se encontrou
Aprendeu multiplicar
Descobriu o dom de eternizar

Só quem perdoou na vida sabe o que é amar
Porque aprendeu que o amor só é amor
Se já provou alguma dor
E assim viu grandeza na miséria
Descobriu que é no limite
Que o amor pode nascer!

Contrários(Pe.Fabio de Melo)

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Último Retiro de Crisma!

Postado por Ana Sousa às 17:00
Reações: 
0 comentários

Na foto esta boa parte da galera do crisma, ainda falta muita gente...mas saibam que adoro todos vocês de Coração..o dia 16/11/2008 ficará guardado em minha mente e no coração pra sempre..vocês são INESQUECIVÉIS!..
essa música aqui siginifica o que todos nós somos :

AMIGOS PELA FÉ

Quem me dará um ombro amigo
quando eu precisar ?
E se eu cair, se eu vacilar,
quem vai me levantar ?

Sou eu, quem vai ouvir você
quando o mundo não puder te entender
Foi Deus, quem te escolheu pra ser
o melhor amigo que eu pudesse ter

Amigos, pra sempre
Dois Amigos que nasceram pela fé
Amigos, pra sempre
Para sempre amigos sim, se Deus quiser

Quem é que vai me acolher,
na minha indecisão
Se eu me perder pelo caminho
quem me dará a mão

Foi Deus, quem consagrou você e eu
para sermos bons amigos, num só coração
Por isso eu estarei aqui
quando tudo parecer sem solução

Peço a Deus que te guarde
(que te guarde, abençoe e mostre a sua face)
E te dê a sua Paz.

Amigos, pra sempre
Dois Amigos que nasceram pela fé
Amigos, pra sempre
Para sempre amigos sim, se Deus quiser!!


OBeijo no Coração de todos vocês!! =D

domingo, 3 de agosto de 2008

Depois que passa agente ri

Postado por Ana Sousa às 18:24
Reações: 
4 comentários
Bom , ja se passou o são joão, mas estou aqui para relembrar um fato muito engraçado que aconteceu comigo e Vanessa , em uma das aventuras jornalisticas...rsr
tudo começou quando fomos escaladas no Repórter Junino para fazermos uma matéria sobre o concurso de casal junino, rainha matuta e estilizada.. enfim..segundo os nossos Editores Gabriel e Hermano, o concurso seria realizado no Açude Novo (achei estranho pq sempre ela realizado na pirâmide do Parque do povo, mas td bem..), então eu e Vanessa marcamos d nos encontrar no açude novo de 6h , ja que o concurso começaria provavelmente às 7h....
me atrasei um pouco e quando ja estava chegando no local vanessa me liga, dizendo que ja estava la, na lanchonete "Lindo Olhar", então fui indo pra tal lanchonete, no caminho percebi que dentro do açude novo ja tinha uma movimentação, músicas, iluminação, então pensei deve ser aqui mesmo...
mas fui atras d vanessa, mal cheguei e ela ja foi perguntando se eu tinha dinheiro , e eu respondi tenho so o dinheiro de voltar pra casa, ela ficou aperriada e me disse q tinha perdido 15 reais , não sabia como, mas falou que tinha lanchado e na hora de pedir a conta , cade o dinheiro?? rsr
( eu não sabia o que fazer), ela começou a ligar para as amigas q moravam no mesmo ap , e tentou convece-las a ir deixar o dinheiro ...enquanto elas não chegavam eu pensei em ir adiantado a matéria, e fui para a palhoça (dentro d açude novo), a qual eu tinha visto uma movimentação, chegando la vi um segurança na entrada, não foi preciso eu dizer nada, ele so viu o meu crachá( q tinha o nome IMPRENSA) e liberou a entrada, dei de cara com os três do Nordeste se apresentando em um palco, Cameras, público, e pensei ( sera que é aqui mesmo? rsrs), perguntei a outro segurança se era ali mesmo que iria ter apresentação de quadrilhas e ele confirmou...humm, então vamos la.. fui atras do palco e encontrei um casal de quadrilhas, ate ai tudo bem , os entrevistei e pronto, vi uma mulher que era a organizadora , e fui entrevista la , fiz as perguntas todas direcionadas ao concurso , tipo " quanto tempo existia o concurso? o que fazer para participar?..", ela sempre respondia bem o programa e tal..então eu percebi que estava no lugar errado, pois eu estava entrevistando a organizadora do programa da TV Itararé, não falei mais nada , agradeci pela entrevista e fui embora procurar vanessa, eu não sabia se eu ria ou se eu matava Gabriel e Hermano.. mas bom agora tenho q procurar Vanessa, voltei para o "lindo olhar", tava tudo no escuro(faltou energia) so Vanessa sentada la esperando a amiga trazer o dinheiro que ja fazia mais d meia hora e nada, começei a rir com aquela situação toda , e um dos garçons chegaram perto e perguntaram o q tava acontecendo e eu expliquei, ele respondeu ah depois vcs trazem o dinheiro, mais ja era tarde tinhamos que ficar la esperando a amiga d vanessa chegar ¬¬, poucos minutos chegam duas amigas dela, com o dinheiro, e disseram que demoraram porque estavam procurando uma lanchonete com o nome "Olhar encantado", e ninguem sabia dizer onde era, foi então que um homem suspeitou que fosse o "lindo olhar" e ensinou o caminho kkkk, caimos na risada, vanessa finalmente pagou a conta, e fomos para a pirâmide do Parque do Povo, local onde realmente seria realizado o concurso... depois de terminada a materia, foram so risos, e é como dizem quando passa agente ri, mas na hora do sufoco rsrs...!!

sábado, 24 de maio de 2008

Uma escolha

Postado por Ana Sousa às 12:03
Reações: 
4 comentários
A maioria dos jovens sofrem na ecolha de uma profissão..
comigo não foi diferente, não sabia qual curso fazer, só estava certa de que medicina não era a minha praia..
Mas, entre várias opções tinha que fazer a minha ecolha que poderia ser para a vida toda..
Começei a pensar no que mais gostava de fazer, que era escrever e falar demais..(meus amigos sabem bem disso..rsrs)..e então decidi prestar vestibular para jornalismo, com a certeza de que fiz uma ótima escolha .. disse a família, amigos, conhecidos..muitos diziam "ih, vai morrer de fome.. jornalista não ganha bem ..".. escutei isso por diversas vezes..
Pensei em desistir? jamais, pois devemos lutar pelos nossos objetivos, até porque sempre tem alguem para falar da sua vida, ou escolher o que você deve fazer..¬¬..
Acredito que um bom profissional não sobra no mercado de trabalho, e para ser bom tem que ter amor a profissão!!
Passei no tão sonhado curso, e hoje estou no 2° período..
nesse pouco tempo fiz grandes amizades, participei de cursos, e faço parte da Rádio Comunitaria, trabalho no site www.universiti.com.br e participarei no período junino do www.reporterjunino.com.br, na qual exercemos a prática jornalística por meio de entrevistas, reportagens..isso com certeza é uma experiência única..

é através de trabalhos como esse, que percebo que estou no caminho certo..

Porque o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade. Quem não sofreu essa servidão que se alimenta dos imprevistos da vida, não pode imaginá-la. Quem não viveu a palpitação sobrenatural da notícia, o orgasmo do furo, a demolição moral do fracasso, não pode sequer conceber o que são. Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz, cuja obra termina depois de cada notícia, como se fora para sempre, mas que não concede um instante de paz enquanto não torna a começar com mais ardor do que nunca no minuto seguinte."Gabriel Garcia Marquez"

sem dúvida fazer o que você gosta é a melhor satisfação que existe..

e é assim que pretendo seguir em frente..!!

 

✩ ‏ Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review