sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

O Tempo

Postado por Ana Sousa às 21:56
Reações: 
11 comentários

Há uns 10 anos não existia orkut. O 'te amo' não era banalizado. As crianças iam à parques de diversão, brincavam na rua e não tinham problemas de visão nem obesidade dados pelos videogames e computadores. MC Donalds custava R$4,00. Kinder Ovo, R$ 1,00. A passagem de ônibus custava 70 centavos. Os casamentos duravam mais, ou pelo menos duravam alguma coisa. Biscoitos Fofy e Mirabel existiam. Para ser presidente eram necessários 10 dedos e um mínimo de alfabetização. Meninas de 11 anos brincavam de boneca, e não saíam pra 'pegar geral'. Plutão era um planeta. Festas de 15 anos não eram eventos. Ser 'playsson' ou 'pitboy' não fazia diferença. A intenção num show era ver o show, e não brigar. Tênis de luzinha era essencial. ICQ era o meio de comunicação. Pessoas REALMENTE se conheciam e não apenas pela internet. Fotos eram tiradas para recordarem um momento, e não para servir de book no orkut. Diesel era combustível. Merthiolate ardia. Bonde era meio de transporte e bala era Juquinha e 7 Bello, e não perdida ou droga.

Esse pequeno texto mostra que a sociedade é algo que muda constantemente. Mas, o avanço brutal da globalização e das novas tecnologias de comunicação tem interferido no comportamento e nos modos de vida das pessoas, de modo alarmante.

A invasão das novas tecnologias tem alterado quase que completamente o cotidiano do sujeito e suas relações com o outro e com o mundo, principalmente através da realidade virtual que está presente em todos os lugares (tela, multimída, internet), como por exemplo, hoje em dia, conhecemos mais a vida do amigo virtual de outro país, do que o próprio vizinho, estamos perdendo o ‘contato pessoal’, e assim somos ameaçados por essa “interatividade”.

No entanto, diante dessas constantes modificações que passamos na sociedade e das comodidades que os meios tecnologicos nos permitem, não devemos aceitar tudo com passividade, e nos tornarmos seres individuais e sem criticidade, é preciso ainda, desfrutarmos das coisas saudavéis que estão presentes no cotidiano e que fazem muito bem por sinal, como uma simples caminhada, ir à praia e tomar um sorvete!

Caso contrário, já imaginou como estaremos daqui a 10 anos?!

 

 

✩ ‏ Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review